Arquivo | Dicas úteis RSS feed for this section

Delícia de Maracujá

27 maio
Cremoso, fofinho e perfumado. Bolo de Maracujá para alegrar o dia.

Cremoso, fofinho e perfumado. Bolo de Maracujá para alegrar o dia.

O bolo de hoje é tão bom, tão bom, mas tão bom que mereceu até a volta do blog. Milênios depois, volto com uma receita deliciosa nessa minha nova fase de vida. Agora sem intolerância a lactose. Aliás, sem intolerância nenhuma. E muitos quilinhos a mais. (Não se pode querer tudo na vida, não é mesmo?)

― A nova fase de vida fica para um próximo post ―

Andava numa fase de querer comer um bolo azedinho. Tentei um de laranja do Passa o sal? D-E-L-I-C-I-O-S-O, mas ainda não era o que eu procurava. [Detalhe: o bolo fez tanto sucesso que não deu tempo nem de tirar foto. Fiz o bolo à noite e queria a luz da manhã para fotografar melhor… Ah! Doce ilusão! Meus pais quase acabaram com ele no café da manhã.]

Bom… Mas a delícia de hoje é outra! Bolo de Maracujá com calda azedinha… Hummmm!

Fui ao mercado pela manhã e me lembrei de uma receita que tinha visto no Cozinha a Dois. Escolhi os maracujás. [Menina! E como estavam caros! Mas vamos lá… Dia de ostentação!]

Chegando em casa fui conferir a receita no Cozinha e vi que iam amêndoas… Fica pra próxima, então!

Procurei, procurei e procurei outra receita na internet. E achei uma que me pareceu interessante. Infelizmente, passei tanto pela por tantos sites que acabei perdendo o link da receita original =(

Vamos ao que interessa???

BOLO DE MARACUJÁ

Massa:

5 ovos

1 xícara de chá de açúcar

4 colheres de sopa de margarina

1 colher de sopa de óleo

1 xícara de chá de polpa de maracujá com as sementes (+/- 2 maracujás grandes)

2 xícaras de chá de farinha de trigo

1 colher de sopa de fermento em pó

Usei 3 maracujás médios. Retirei a polpa e bati no liquidificador.Sem coar. [Dá para usar direto o maracujá com as sementes inteiras. Vai do gosto do freguês.]

Bata os ovos, o açúcar, a margarina e o óleo até ficar uma mistura clara. Mexi até cansar com um fuê. [Acho que dá para usar a batedeira, mas tenho uma preguiiiiça danada de mexer com batedeira.]

Acrescentei o suco do maracujá e a farinha e mexi bem. Misturei o fermento. E prontinho! A massa ficou muito fofa! Quase um creme! E muito perfumada.

Coloquei numa forma com furo no meio. Forno pré-aquecido a 180° (baixo). Para ver se está prontinho, espete o bolo – já dourado – com um garfo. Se sair limpinho, pronto!

Bolo de maracujá e calda azedinha. Ótima companhia para um café.

Bolo de maracujá e calda azedinha. Ótima companhia para um café.

Calda

1 xícara de açúcar

1 xícara de polpa do maracujá

Dessa vez, usei dois maracujás grandes. Bati, passei pela peneira e reservei. Dá mesma forma da massa, dá para usar as sementes inteiras.

Coloquei o açúcar numa panela e, com paciência, esperei até o açúcar derreter e ficar bem douradinho! Acrescentei o suco e virou uma meleca! Sem sustos, pessoal! O açúcar endurece na hora, parece que deu tudo errado, mas ele vai derreter. Mexi, mexi, mexi. E deixei ferver um pouco. Ficou uma calda densa, azedinha, dourada e deliciosa!

Açúcar e maracujá para uma calda dos deuses.

Açúcar e maracujá para uma calda dos deuses.

 

É hora de aproveitar a delícia do dia! =)

Quero ver quem vai fazer a receita, hein?!

Até mais queridos!

 

Pão de queijo sem lactose

20 jun

E finalmente consegui!!! Uma receita de pão de queijo quase perfeita! Depois de duas tentativas, acho que estou no caminho certo!

Na primeira tentativa testei uma receita feita no liquificador que ficou bem gordurosa e meio sem graça. Ficou muito mais biscoito de polvilho do que pão de queijo.

Assim… não ficou de tooooodo ruim. Sabe aqueles pães de queijo de padaria de interior ou de boteco ? Aqueles pães de queijo beem grandões e baratinhos??? Então! Descobri que eles devem ser feitos assim: sem nenhum vestígio de queijo!!! Sempre que eu quiser relembrar os tempos de pão de queijo de Jacuí, farei essa receita aqui. 😛

Como boa filha de mineiros, não aceito pão de queijo que não tenha que escaldar o polvilho, sovar bem a massa para depois enrolar as bolinhas. Por isso essa história de pão de queijo de liquidificador não me convence…

Então testei uma receita que era toda bonitinha com polvilho escaldado, bolinhas feitas à mão, mas ficou parecendo mais com uma broa do que pão de queijo. Achei q receita no Cybercook.  (OBS: Ao invés de escaldar a farinha de milho – como manda a receita -, escaldei o polvilho.)

E finalmente encontrei uma receita no “Vegetariano come o quê?” que me interessou. Mesmo desconfiando que pão de queijo com batata e sem ovo não pudesse dar certo, achei a consistência da massa legal e a aparência dos pães bem parecida com o pão de queijo tradicional.

O legal do blog é que quase todas as receitas tem um vídeo com o passo a passo.  E todas (pelo menos as que eu li) não usam leite ou ovos!

Pois bem… em mais um domingo preguiçoso resolvi usar o Tadeu (e seu forno) como cobaia dos meus testes em busca do pão de queijo sem queijo perfeito e acho que estou quase lá. Ainda vou fazer uns testes e atualizo o post, mas do jeito que a receita está já dá para se deliciar!

Na próxima vez que eu fizer, vou tentar colocar menos batata e um ovo. E quem sabe, vou testar com um pouco mais de polvilho azedo. Se der tudo certo, aviso vocês!

Então vamos anotar a receita???

Pão de Queijo Vegano

2 xícaras de polvilho doce
1/2 xícara de polvilho azedo
2 xícaras de batatas cozidas e amassadas
sal a gosto
1/2 xícara de água filtrada
1/3 de xícara de óleo
1 colher de sopa de fermento em pó

Coloque a água e óleo para ferver. Misture os polvilhos, o sal e, quando a água estiver fervente, escalde os polvilhos, mexendo rapidamente. Junte a batata amassada e amasse bem até que fique uma massa lisa. Adicione o fermento em pó e misture bem, até incorporar na massa.

Unte suas mãos com um pouquinho de óleo e faça bolinhas do tamanho que desejar. Asse em forno quente, até que fiquem amarelinhos.
Podem ser congelados.

Leite de aveia

28 maio

Achei fantástico como a aparência é realmente de leite. Mas o gosto....

Para os adeptos de leite vegetal, essa seria mais uma opção! Achei essa receita no site de um restaurante aqui de Floripa. Na verdade ERA um restaurante daqui. Dando uma olhada no site, descobri que ele fechou em abril. Uma pena! Não cheguei nem a conhecer o lugar.

Pelo que li no site deles, o Babele só servia produtos orgânicos, de origem vegetal e tinha (óbvio) boas opções para pessoas com Intolerância a Lactose.

Eu e o Tadeu fizemos o leite de aveia para usar na preparação de um Escondidinho de Cogumelos (em breve, por aqui!!), receita que também pegamos no site do Babele.

Bebi um pouco do leite adoçado com uma colher de mel e não gostei, não! Hehe! Achei muito aguado, sem gosto de aveia… Era uma aguinha com gosto de mel… Já não gosto muito de leite de soja, imagine de leite de aveia, né?  Só consigo tomar o Ades, que é mais cremosinho, tem mais sabor e tals… Mas tem quem goste, né?

Na receita do Escondidinho funcionou legal…

Para quem quiser provar, eis a receita:

Leite de aveia

Ingredientes:
100 ml. aveia prensada, laminada ou em flocos

1 litro de água

Sal marinho a gosto

Melado ou adoçante vegetal a gosto (jamais o aspartame!)

Se não tiver um medidor, lembre de manter a proporção de 1/10  (1 medida de aveia, 10 de água)

Preparo: Aqueça parte da água até o ponto de fervura. Caso queira saborizar o leite, acrescente chá em sachets ou ervas (exemplos: canela, hortelã, camomila, erva cidreira, maçã seca, etc; aguardando então 3 minutos até a infusão estar pronta). Despeje essa água quente sobre a aveia prensada apenas na quantidade para cobri-la. Deixe de molho por uns 10 minutos. Bata a aveia e acrescente aos poucos o restante da água até dissolver tudo. Se quiser um leite menos denso acrescente mais um pouco de água até o ponto desejado. Bata novamente por uns 3 a 4 minutos. Coe em tecido. Use o farelo para outras receitas. Volte a coar por 5 a 10 vezes. Tempere com uma pitada de sal e melado se quiser.

Aveia

Vitamina E, várias do complexo B, potássio, selênio, cobre, zinco, e manganês. Tem fibras solúveis (absorve o colesterol e o remove) e insolúveis (ajuda o sistema digestivo). Reduz o colesterol total e o LDL, reduz a pressão arterial alta, ajuda a manter o peso, reduz o risco de diabetes tipo 2.

A aveia é um cereal importante na alimentação dos diabéticos, pois contém fibras solúveis, que auxiliam no controle da glicemia. Protege o coração e a circulação contra a aterosclerose. É rica em cálcio, ferro, magnésio, e por conter fibras, facilita o fluxo intestinal. Além do mais, é um importante estimulante da produção da serotonina, o hormônio da calma e do bom sono, ajudando a tratar da depressão, especialmente se for associada à semente de linhaça.

Neston: a nova aveia da minha vida!

19 maio

Sem Lactose, com vitaminas e cereais! Será que engorda???

Tenho que agradecer milhões de vezes a Daniele Martins, minha amiga-irmã-mãe-conselheira-e-tudo-mais! Foi ela que me lembrou da existência do Neston! Como é bom! E nutritivo – pelo menos segundo as informações da embalagem.

Para quem não sabe, perdi cerca de 8 kg desde o começo do dilema do meu estômago, intolerância à lactose e afins. Almoçando e jantando um pratinho de sobremesa de purê de batata e arroz não tinha como ser diferente, né? Depois ganhei míseros dois quilinhos quando comecei a malhar, mas já perdi tudo de novo depois que entrei na fase muletinhas! É, tenho que tomar banho de sal grosso, eu sei!

Mas enfim… Agora que voltei a comer mais quantidade e variedade de alimentos deveria engordar, né? Mas acho meio difícil engordar comendo só frutas, legumes, carne magra e comendo tudo isso em pequenas porções o dia todo…

Ouvir do avô, das tias e da mãe que a gente está muito magrinha nem conta, né? Mas depois de ouvir da Zeca e da Tânia (minhas queridas chefinhas) que estou muuuuito magra, fiquei assustada.

E foi ai que a Dani entrou em cena… Conversando pelo Gtalk (viva o Google!), ela se lembrou que quando era apenas a pequena Dani vivia tomando vitaminas de frutas para engordar. Tudo com muito Neston, Mucilon, Sustagen ou Farinha Láctea!

Das opções, apenas o Neston e o Mucilon não contém lactose, ok?!  São deliciosos, maravilhosos, vitaminados, salve-salve!!! Novo companheiro da minha amada aveia!

Já usei na vitamina, com frutas e com iogurte de soja (o que deu uma cortada legal do super doce do iogurte).

E então? Vai uma vitamina ai??? Rumo aos 49 Kg, minha gente!

Sabrina Carozzi

Lactose nos produtos da Tirolez

18 maio

Meu sonho de consumo! Será que consigo comer sem medo ou culpa?sfrutar de alguma dessas delícias!

Como disse no post anterior, ainda não me conformo em ter que cortar toda a lactose da minha vida. Com exceção de sorvete de creme e chocolate (se for os dois juntos, melhor ainda), não sinto muita falta de doces. O meu maior problema é ficar sem queijo!!!

Pizza, lasanha, misto quente, pão de queijo, filé à parmegiana, bolinho de queijo, pão francês fresquinho com requeijão, bisnaguinha com requeijão, pão doce com requeijão, bolacha de maisena com requeijão… hahaha! Sentiu o drama???

Na esperança de não precisar cortar essa maravilha, fui buscar opções de queijo sem lactose. No post que comentei sobre o queijo minas sem lactose do Espírito Santo, a Monalisa do Diário de Receitas sem Lactose sugeriu que eu pedisse a listagem de teor de lactose dos produtos da Tirolez.

Achando que poderia não receber resposta nunca mais, mandei email para a empresa e rapidamente recebi a tal tabela. Também pedi uma foto para postar aqui no blog e eis que recebi retorno. Palmas para o Serviço de Atendimento ao Consumidor deles, gente!

Mesmo vendo o “Não Identificado” na frente de vários queijos, enviei email perguntando se realmente os tais queijos não continham lactose e essa foi a resposta que recebi:

Cara Sabrina,

Nos casos dos queijos em que foi detectado a quantidade de lactose como N.D (não detectado), você considera que é uma quantidade traço.

Em anexo segue foto de nossos produtos para usar no blog.

Cordialmente,

Carolina Borges Duarte

Serviço de Atendimento ao Consumidor

Mesmo assim, fico de mineirisse e ainda não tenho coragem de comer sem culpa e sem medo essas delícias. Enfim… Podemos considerar que os tais queijos (e não são poucos) contém apenas traços de lactose??? Isso não seria lindo???

Monalisa, você que não pode nem com leite de baixo teor de lactose se arrisca a comer os queijos que contém valor não identificado de Lactose???

OBS: Aliás, eu jurava que a Tirolez era do Sul – aquele homenzinho do logo é tão Blumenau -, mas a empresa é foi criada em Tiros (MG)!

OBS1: Ah… Infelizmente o meu tão amado requeijão não está na lista dos produtos que teriam apenas traços de lactose…

OBS2: Já ia esquecendo… A tabela que recebi da Tirolez está aqui: Cálcio Sódio e Lactose – consumidor atualizado

Sabrina Carozzi

Coalhada com baixo teor de lactose

12 maio

A saga para tentar fazer a coalhada continua. Perdi 1 litro de leite ontem na tentativa e mais três copos hoje. Não sei ainda o que estou fazendo de errado. No teste que fiz com só um copo ficou tudo lindo! Assim que acertar o ponto, passo aqui para vocês.

Antes disso, ai vai a receita que a nutricionista passou para quem quiser se arriscar:

Receita coalhada

1 litro de leite com baixo teor de lactose

5 a 8 (até talhar) colheres de sopa de vinagre de álcool.

Para acelerar o processo, você pode aquecer no fogo, mas evite ferver o leite. Depois coe com 1 pano ou peneira específica até retirar todo o soro.

Tempere a gosto. Ex: sal, azeite de oliva, cebolinha verde e salsinha.

Iogurte de soja – sem lactose

12 maio

Recebi a nova dieta da nova nutricionista! Estou bem animada e testando algumas novidades sugeridas por ela. Uma delas foi colocar o iogurte de soja na minha alimentação. Liguei no mercadinho das Galegas (mini mercado bem simpático aqui da Trindade) e pedi o iogurte de soja da Batavo Naturis. Comprei o de maçã e banana. Não achei foto desse sabor, então coloquei o de pêssego, ok?!

Fiquei meio ansiosa para saber se teria algum sabor diferente, se a soja estaria gritando que está ali. Mas esse não foi o problema. Talvez para disfarçar o sabor da soja, a Batavo exagerou no açúcar e na acidez! Peloamor como é doce o coitadinho!!! Sabe doce de doer a boca? De pinicar a língua? Mais doce que leite condensado? Então… desse jeitinho!

Além disso a acidez é maior que a do iogurte comum… Mas ainda vou dar mais uma chance para ele. Na verdade mais três chances, porque comprei bandeja com quatro potinhos.

Alguém já experimentou desse iogurte? O que acharam? Tem opções menos doces no mercado?

Acho que vou testar a receita do iogurte da Monalisa d’O Diário de Receitas Sem Lactose. Mas vou tentar fazer com o iogurte no lugar o fermento lácteo. Minha nutricionista pediu que eu fique mais duas semanas sem produtos com lactose e que depois tente ver quais são as quantidades de lactose que tolero. Ou procuro alguma loja que vende o tal fermento lácteo e experimente logo de uma vez!

ATUALIZANDO!!!!

Dei várias segundas chances para o iogurte e estou me dando bem! Estou na segundo bandejinha com quatro potinhos. Acho que o gosto super doce foi um choque inicial!

%d blogueiros gostam disto: