Tag Archives: soja

Macarronada sem glúten

5 maio

O que fazer pra almoçar? Algo que não suje tudo na cozinha, que não exija muitos pulos pra cá e pra lá. Algo que não fosse sopa – que estou comendo desde sábado. Algo que não tenha leite; que não tenho gordura demais; que não seja ácido demais; que não precise de muito tempero ou vinagre, limão, etc; que não seja de difícil digestão…  Ufa!

Pensando em tudo isso, vi um lindo prato de macarronada à bolonhesa no programa Bem Estar da Globo.  Além de lindo, ainda disseram que é bem saudável se acompanhado de uma salada, que no caso era de rúcula.

Bom… molho vermelho eu não posso por enquanto. Rúcula não tinha em casa. Nem carne moída. Eu tinha um espagueti sem glúten, proteína texturizada de soja (PTS) e brócolis! Boa saída, né?

Já faz um tempo que tinha comprado o macarrão sem glúten só para ver qual é. Se fosse gostoso, para que ficar comendo o comum, não é mesmo? E acabei me esquecendo dele no armário.  E é bem gostoso, viu? É super igual a qualquer macarrão, só que com o gosto mais suave. Achei bem levinho e caiu super bem no estômago (o que é muito importante na minha vida atualmente).

Molho

O “molho” fiz com a PTS e brócolis. Deixei a proteína de molho na água fria por mais ou menos meia hora (estava no telefone e acabei  me esquecendo da vida). Depois escorri, lavei novamente e espremi para tirar o excesso de água. Refoguei 1 dente de alho picadinho com ¼ de cebola picadinha. Deixei cozinhando por bem pouco tempo.

Fiz o branqueamento no brócolis, congelei a maior parte e separei alguns buquês para o macarrão. Acrescentei na proteína de soja, coloquei um pouco de sal e azeite extra virgem (que estou muito fina ultimamente, minha gente!).

Finalização

Depois de escorrer o macarrão, misturei com o molho e deixei mais um tempinho no fogo para pegar o gostinho. Hoje – me esbaldei e – coloquei um pouco mais de azeite (1 colher de sopa) depois do macarrão pronto e um punhado generoso de cebolinha verde picada. E voilá!!!

Claaaaro que um molho bem suculento de tomate daria outro estilo na proteína de soja, maaas uma refeição mais suave é o que me cabe desse latifúndio!

Ficou bem gostoso, levinho, saboroso e caiu super bem. Será que foi a falta do glúten???

Espero que gostem da dica. E se fizerem em casa, acho que um tomatinho picado em cubos colocados no final da preparação – pra que ele não cozinhe demais – deve dar um toque mais que especial na macarronada.

Bom apetite!

Anúncios

Torta de Morango sem Lactose

21 abr

Torta sem lactose para comemorar as 26 primaveras! 🙂

Como disse num post anterior, queria testar o Soymilke Condensado e o Creme de Soja  na receita deliciosa de torta de morango que adoro. E posso dizer que a torta foi um sucesso, gente!

Nunca tinha usado esses produtos e estava bem curiosa para ver o resultado. E se eu já estava desconfiada de que podia dar tudo errado antes de tentar a receita, fiquei ainda mais apreensiva depois do comentário que a Deni Ferreira fez aqui no blog. Ela contou que testou o Soymilke Condensado para fazer brigadeiro e foi um desastre.

Mas no caso da torta, o ponto, a textura e o sabor ficaram muito parecidos, para não falar idêntico, se comparados com a versão com lactose! Levei para o Botequim no happy hour de comemoração do meu aniversário – que vai render outro post que já está no forno. Quem provou também gostou do resultado (ou pelo menos disseram que gostaram, né?!)

Achei a textura do Soymilke parecido com a do Chandelle. O sabor também é parecido, só que milhões de vezes mais doce.  Já o Creme de Soja é bem parecido com o creme de leite tradicional.

A receita original da torta peguei  no programa Estrelas.( É, pessoal, Angélica e Fernanda Souza também são cultura! ). Fiz umas alterações que deram um recheio mais consistente e uma massa mais crocante! E acrescentei o creme de soja/creme de leite para dar um toque mais suave no recheio branco.

Para quem não tem intolerância à lactose, é só substituir o Soymilke pelo Leite Condensado comum e o Creme de Soja pelo Creme de Leite.

Quem testar a receita, manda o resultado para a gente!

Bom feriadão e bom apetite para todos!

—————————————

Torta de Morango sem lactose

Ingredientes massa:

1 pacote de 200gr de bolacha de maisena (escolher opção sem leite, leite em pó ou soro de leite).

4 colheres de sopa bem cheias de margarina.

Modo de Fazer

Aos poucos, bater a bolacha no liquidificador até obter uma farofa grossa. Para facilitar o processo, é legal quebrar um pouco as bolachas antes de colocar no liquidificador e ir usando a opção “pulsar” para bater.

Para facilitar o processo, é legal quebrar as bolachas, antes de colocá-las no liquidificador

Depois de obter a farofa da bolacha, acrescentar a margarina (quem quiser, pode usar manteiga, margarina ou afins!). A quantidade pode variar, mas o objetivo é conseguir fazer uma farofa úmida em que você consiga moldar na forma de torta.

Depois de passar pelo liquidificador, a bolacha vira uma farofa grossa

Com a margarina, a farofa deve ficar nesse ponto

Untar uma forma de torta com margarina e enfarinhar. Ir colocando a massa e moldando até cobrir todo o fundo e laterais da forma. O ideal é usar uma daquelas com fundo removível.  Mas o negócio é tentar. Só não vale deixar de fazer a torta por falta de forma!

Na receita original, a massa não vai ao forno, só na geladeira. Mas eu prefiro levar assar em forno alto por cerca de 10 minutos. Assim o resultado é uma massinha bem mais crocante e resistente.

Ingredientes do recheio

½ litro de leite com baixo teor de lactose

4 colheres de sopa de maisena

2 gemas

1 lata (330g) de Soymilke Condensado

1 pacote (100g) de coco ralado em flocos  sem açúcar (opcional)

1 caixinha (200g) de creme de soja

Modo de fazer

Dissolver a maisena no leite, acrescentar as gemas  e misturar bem. Levar ao fogo médio e não deixar de mexer. Acrescentar metade da lata de Soymilke Condensado e mexer até começar a engrossar.

A cor e a textura não são das melhores, mas o resultado na torta ficou bem legal

Colocar o restante do Soymilke e mexer novamente. Se o creme ficar muito grosso, acrescentar mais um pouco de leite (cerca de meio copo) e continue mexendo. Colocar um pouco mais da metade do coco ralado. Mexer até o conseguir ver o fundo da panela. Retirar do fogo e acrescentar o creme de soja e misturar bem.

Esperar esfriar e só depois colocar na forma com a massa já assada e fria.

Quase lá: A massa fica parecida com um beijinho de colher

Ingredientes da cobertura

1 bandeja e meia de morangos cortados ao meio

1 pacote de gelatina de morango

150 ml de água fervente

150 ml de água fria ou gelada

 

Modo de fazer

Misturar o pó da gelatina na água fervente. Mexer até dissolver bem. Acrescentar a água gelada. Levar a mistura para a geladeira.Para colocar por cima da torta, a gelatina não pode estar nem muito líquida, nem muito dura. Um segredinho para não perder o ponto (como já aconteceu milhões de vezes comigo), é colocar um relógio para despertar de 15 em 15 minutos. Quando ela estiver quase no ponto tradicional, está na hora de colocar na torta! (se ficou em dúvida, dá uma olhadinha no vídeo da Fernanda Souza– a qualidade do vídeo não é das melhores, mas é o que tem para hoje!!!).

Depois do recheio esfriar, colocar na forma e cobrir com os morangos cortados ao meio

Depois de colocar os morangos sobre o recheio branco, coloque a gelatina e leve a geladeira. O ideal é ter paciência para esperar pelo menos 24 horas para comer essa delícia!

Sabrina Carozzi

Leite condensado de soja?

16 abr

O dia mais legal do ano está chegando: 21 de abril, meu aniversário! E quem me conhece sabe que aniversário é sinônimo de comida boa e festinhas! Por vários anos fiz a especial noite do “Pão, queijos e vinhos” em Floripa. Só de lembrar, me dá água na boca! (qualquer dia posto fotos e dicas para fazer pães e patês).

Maaaasss nesse ano a comemoração tem que ser diferente. Não preciso nem dizer que está sendo um dilema ter que pensar numa forma de festejar sem que a comida seja o ponto central, né? Isso renderá outro post…Como já disse por aqui, estou com gastrite, esofagite, intolerância  à lactose e síndrome do intestino irritável. Por isso, a minha dieta anda beeeem restrita, a base de frutas, legumes, verduras (cozidas!). Tudo mais natural impossível. Então, nada de bolos, queijos, bebida alcóolica e tudo mais!

No mercadinho que fica aqui perto de casa, achei leite condensado e creme de soja.  E vou tentar fazer uma torta de morango para não deixar de comemorar como gosto: cozinhando! Como boa mineira, estou bem desconfiada se essa história de leite condensado de soja vai dar certo. Estou super curiosa para ver se a consistência e o sabor vão ser mais de leite condensado ou de leite de soja (que não gosto).

É possível encontrar várias opções de produtos sem lactose nos mercado

Os preços são bem diferentes dos produtos comuns.  O do Soymilker Condensado achei altíssimo: R$ 5,25. Mas se for gostoso, vale a pena para usar de vez em quando. Quem é intolerante à lactose sabe o valor de provar uma colherzinha, que seja, de um delicioso brigadeiro! Hummmmm! Já o creme de soja custou R$ 2,50, mais barato do que o comum.

Outro ingrediente da torta, o leite, eu já uso o que tem baixo teor de lactose e não noto nenhuma diferença em relação ao leite comum. Uso no café da manhã, para fazer mingaus, bolos, tortas salgadas. Já vi várias marcas e todas são legais e o preço não é absurdo. O mais caro que encontrei custa R$ 3,25. Claro que para famílias grandes ou com crianças, vai pesar no orçamento. A maior dificuldade é encontrar em cidades do interior. Em Passos (Minas Gerais), onde meus pais moram, por exemplo, apenas um mercado vende esse tipo de leite e muitas vezes o produto está em falta.

Ainda não abri as embalagens dos produtos porque só vou fazer a torta na segunda. Se a receita ficar boa, ofereço para os meus convidados. Se não, vou ter que comemorar sem bolo, sem torta, sem doces!!!Depois conto para vocês se deu certo!

Cruzem os dedinhos!

Sabrina Carozzi

%d blogueiros gostam disto: